26 de maio de 2016

Nilton Mota visita unidade produtiva de tilápia e camarão marinho no Sertão

A unidade produtiva de tilápia e camarão marinho do Programa Água Doce-PAD, na Agrovila 8, em Ibimirim, recebeu a visita do secretário de Agricultura ,Nilton Mota, do deputado estadual Ângelo Ferreira, presidente do Instituto Agronômico de Pernambuco, Gabriel Maciel, além do prefeito do município, Adauto Bodegão, entre outras autoridades locais.

“Nossa missão é transformar desafios em oportunidade. Por isso, estamos implementando este importante programa, que vai levar água de qualidade para quem mais precisa”, afirmou o secretário Nilton Mota.

Durante o evento, o Engenheiro de Pesca do IPA, Gilvan Lira, responsável pela produção, apresentou o funcionamento da unidade produtiva-UP, que aproveita o efluente do dessalinizador para cultivar tilápia. Nesse processo, o rejeito do peixe é usado na irrigação e fertilização da Atriplex, que é rica em proteína e usada na alimentação de alguns animais, principalmente nos períodos de estiagem prolongada.

Na oportunidade, os visitantes conheceram a qualidade do camarão marinho, produzido pela segunda vez no projeto e na região do Moxotó. Esse pescado é o resultado de um trabalho de inovação tecnológica, que vem sendo desenvolvido desde o seu planejamento, em 2012, para diversificar os produtos e melhorar a qualidade de água, minimizando seu uso no cultivo , além de agregar valor a monocultura de tilápia, metodologia ainda adotada pelo PAD Nacional.

O Programa Água Doce é um convênio formalizado entre o Governo de Pernambuco, por meio da SARA, e o Ministério do Meio Ambiente – MMA, para a implantação/recuperação de 170 sistemas de dessalinização, dos quais 20 serão unidades produtivas como esta de Ibimirim. Serão investidos R$ 37 milhões na ação, com contrapartida da SARA.

As ações irão beneficiar cerca de 60 mil pessoas em até 50 municípios.
Na primeira etapa do projeto, que consiste na realização de diagnósticos técnico, social, ambiental, cultural e produtivo das comunidades rurais, serão contemplados 20 municípios, escolhidos com base no Índice de Condição de Acesso a Água – ICAA, elaborado pelo MMA.

 

Fonte: Núcleo de Comunicação do IPA