04 de abril de 2017

Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) vai investir cerca de R$ 13 milhões de reais na agricultura pernambucana

Nesta segunda-feira (3), o Instituto de Agronomia de Pernambuco (IPA), iniciou a execução do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), na modalidade Compra com Doação Simultânea. Desde 2009, o Instituto executa a ação que é uma parceria com o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA), a Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária, por meio do IPA, Prefeituras e os Conselhos Municipais. A vigência desta etapa vai até abril de 2018 e tem um investimento da ordem de R$ 12,572 milhões. Os primeiros municípios a serem contemplados foram Ibimirim e Garanhuns.

O programa tem como foco a aquisição de alimentos produzidos por agricultores familiares atendidos pelo IPA e, posteriormente, a doação para instituições beneficentes cadastradas. O PAA que será implantado em 118 municípios do Estado visa adquirir 5.200 toneladas de alimentos, de 110 tipos diferentes produzidos por cerca de quatro mil agricultores familiares. Serão atendidas 625 entidades, que beneficiam mais de 200 mil pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional.

Em Garanhuns, com a assistência técnica da extensionista Samantha Britto, o IPA vai investir mais de R$ 177 mil para a aquisição de 93 mil quilos de alimentos, que serão doados para nove instituições socioassistenciais. Com essa medida vão ser beneficiadas 1.064 pessoas atendidas na cidade. Já em Ibimirim, o extensionista Múcio Costa coordenou a ação que fará a aquisição de mais de 111 mil quilos de alimentos, com um custo de cerca de R$ 225 mil. No município serão beneficiadas seis entidades, que atendem 2.178 pessoas.

O IPA tem papel fundamental na execução do PAA. Por meio da prestação dos serviços de assistência técnica e extensão rural (ATER) é promovida a qualificação dos agricultores, o mapeamento da produção local, além do planejamento da aquisição e doação da produção.

Fonte: Núcleo de Comunicação