18 de setembro de 2017

Setembro Amarelo leva servidores do IPA a Passeio Ciclístico

Com muita alegria e descontração, cerca de 70 servidores e familiares participaram do 1º Passeio Ciclístico do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA). O evento, realizado na manhã de ontem (17), abordou a temática “Pedalando Pela Vida”, em alusão Setembro Amarelo. Ação de combate ao suicídio no Brasil.

“Já tivemos um caso de suicídio de servidor do nosso quadro, no ano passado, e estamos trabalhando para que outros casos não ocorram”, explicou Daniel Saboya, superintendente Administrativo e Financeiro do IPA. De acordo com o gestor, a Instituição tem promovido ações de cuidado e orientação aos servidores. “Acredito que uma atividade como esta serve para motivar os servidores a cuidar da saúde e uni-los em uma ação fora do horário de trabalho, aumentando a interação entre eles”, destacou Saboya.

Ana Paula Silva, extensionista e uma das participantes do passeio ciclístico,  salientou sobre a importância de se debater o tema suicídio e ainda comentou a interação entre os participantes. “É um chamamento para podermos parar e refletir sobre a conscientização de um tema tão relevante e que não era discutido como agora. Além disso, o passeio pode proporcionar uma interação de pessoas e diferentes setores e funções da Instituição”, reforçou Ana Paula.

A concentração aconteceu na sede do IPA, no bairro de San Martin, e teve como destino o Marco Zero da capital pernambucana. Durante o trajeto, os participantes foram alegrados por canções de artistas nacionais e puderam observar a cidade de uma forma diferenciada.

Suicídio no Brasil – De acordo com o do Sistema de Informações de Mortalidade (SIM) do Ministério da Saúde, nos últimos 15 anos, a taxa de suicídios na população de 15 a 29 anos subiu de 5,1 por 100 mil habitantes em 2002 para 5,6 em 2014 - um aumento de quase 10%.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) tem alertado que a  depressão está aumentando em toda a população, inclusive entre os mais jovens. Segundo a OMS, o Brasil é o país campeão mundial do transtorno de ansiedade e somos o quinto em número de pessoas com depressão; o que significa aproximadamente 11,5 milhões de brasileiros.

 

 

Fonte: Núcleo de Comunicação