25 de setembro de 2017

Agricultoras de Escada participam do curso de Beneficiamento da Banana

O segundo módulo do curso de Beneficiamento da Banana foi realizado na quinta-feira (21), no município de Escada. A iniciativa é realizada por meio de uma parceria firmada entre a Gerência Regional do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), em Palmares, agricultores e agricultoras, Primeira Igreja Batista de Escada, e o Grupo Cultural de Palmares – GRUCALP.

A capacitação contou com a participação de 24 mulheres e um homem, incluindo jovens e adolescentes. O evento contou com a participação do gerente da Regional Palmares, Lauro teles, que participou da avaliação. “ O IPA está de portas abertas para apoiar apoiá-los. O entusiasmo das participantes nos estimula a contribuir mais a fim de atender da melhor forma as demandas”, destacou o gerente.

Esse processo de capacitar, especialmente, as mulheres, iniciado em 17 de agosto,  tem se tornado um espaço de troca  de conhecimento entre agricultoras de várias comunidades, bem como fortalecido  o grupo  e as mulheres de forma individual. Isso porque tem  estimulado outras formas de produção e alternativas de renda a partir da produção já existente e em abundância nos sítios. Grande parte das mulheres, que participam da formação, fazem parte da feira da agricultura familiar de Escada. Dessa forma, os extensionistas, Jackson Reis e Márcia Paz, têm conseguido atender a uma demanda do município, cuja segunda maior produção é de banana, perdendo apenas para a histórica produção de cana de açúcar.

“Nosso objetivo é, futuramente, inserir alguns produtos na merenda escolar do município. Sobre essa questão, vamos continuar a conversar com a Prefeitura sobre o PNAE”, destacou a extensionista do IPA, Márcia Paz. Segundo ela, esse foi um dos temas da última reunião do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural – CMDRS, que contou com a presença do diretor de Agricultura,  Sérgio José, da nutricionista Dioginis Lira, e da técnica da prefeitura, responsável pela logística da entrega da merenda.

“Com o acompanhamento de todos, é mais fácil a introdução de itens , além da banana  in natura, na merenda escolar”, explica ela. Entre eles estão: bolo e biscoito de banana, pastel e bolinho  de banana ( ao forno),  delicia de banana, entre outros. “A ideia é fortalecer a economia local, a autonomia e empreendedorismo das mulheres agricultoras e ,consequentemente, a geração de renda das família que terão maior disponibilidade na oferta de produtos.

Ainda deverá ser ministrados  dois módulo sobre beneficiamento da banana. Em seguida, o IPA promoverá oficina sobre custo de produção, gestão e organização produtiva voltada especificamente  para esse grupo. “ Foi mais um dia muito  proveitoso e interessante. Tem sido uma descoberta maravilhosa o trabalho com banana, queremos aprender mais”, disse a agricultora, Valquiria de Melo dos Santos, que já está comercializando bolo de banana na feira da agricultura familiar. Além dela, outras mulheres também já estão fazendo as receitas em casa e aproveitado da melhor forma a banana, antes apenas consumida e vendida in natura.

Fonte: Núcleo de Comunicação do IPA