22 de novembro de 2017

Feira de Agricultura orgânica movimenta cidade de Escada

Agricultores familiares comemoraram, na manhã desta quarta-feira (22), o 3º aniversário da Feira da Agricultura Familiar de Escada. A ação conta com o apoio do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), órgão vinculado a Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária (Sara).

A medida contribuiu para o aumento da renda dos agricultores e “proporcionou uma melhoria na vida de cada um” como reforçou o agricultor Jandelson Amâncio de Oliveira. “O apoio que recebemos do IPA é fundamental. Hoje temos uma melhor qualidade de vida, pois não usamos mais produtos defensivos, que causavam doenças sérias. Além disso, aumentamos a produtividade e temos um produto de qualidade para ofertar a população”, salientou o Oliveira.

Idivone Cardoso da Silva, Presidente do Conselho de Agricultores da Feira de Orgânicos de Escada, enfatizou que a Assistência Técnica prestada pelo Instituto trouxe muitos benefícios para os agricultores de Escada. “Foi por meio das palestras promovidas pelo IPA que mudamos para produtos orgânicos. Com essa mudança podemos fornecer produtos para o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) e o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), em parceria com o município de Escada. Tivemos 100% de aumento em nossas rendas”, disse a presidente.

Já para Vilma Maria dos Santos, moradora de Escada e consumidora da feira, a melhor parte é ter a garantia de adquirir produtos que prezam pela segurança alimentar de sua família. “Frequento a feira desde seu primeiro ano e tenho certeza que aqui estamos comprando alimentos de qualidade, sem agrotóxicos. É muito bom ter a oportunidade de consumir produtos saudáveis”, reforçou a consumidora.

A feira, que é apoiada pela Prefeitura de Escada, comercializa os seguintes produtos: macaxeira, inhame, limão, laranja, banana, feijão verde, pimentão, alface, abacaxi, maracujá e jerimum. Os agricultores são atendidos pelos extensionistas do IPA, Jackson Reis e Márcia Paes, do Escritório da cidade de Escada e passaram por capacitação para cultivar e comercializar os produtos orgânicos. 

 

Fonte: Núcleo de Comunicação