17 de abril de 2018

Do corte da cana à plantação própria, a história de superação de Elson em Canhotinho

“Eu passava até seis meses fora, lá no Sudeste, longe da minha mulher e dos meus filhos cortando cana de sol a sol, pra não deixar ninguém passar fome”. A frase vem da boca do agricultor Elson Joel dos Santos, de Canhotinho, agreste de Pernambuco. Cortador de cana na Região Sudeste por mais de 20 anos, hoje a sua realidade é mais justa e feliz. Encontrou sustento na própria terra depois de conhecer o Programa de Fomento, parceria Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) com o Ministério do Desenvolvimento Social, coordenado na cidade pelo técnico Charles Santos, que auxilia agricultores em várias cidades pernambucanas.

Inserido no programa – que destina R$ 2,4 mil para investir em agricultura, criação, cultura, entre outros – a famílias que vivem abaixo ou na linha da pobreza, o agricultor pode investir na própria terra e hoje colhe os frutos, dentre os quais o principal: não precisar mais viajar pra longe da família e poder acompanhar o crescimento dos filhos – são três e mais um a caminho, além de promover uma vida melhor pra todos.

Feliz com a mudança, ele hoje planta frutas e milho para comercializar e consumo próprio na propriedade que a esposa herdou.  Cabe ao IPA o acompanhamento completo no que tange a levar informações para aprimorar e melhorar a vida do agricultor assistido bem como a comercialização.  Grato, ele resume o novo momento com uma frase: “Foi tudo, veio na hora certa. Chegou e me ajudou muito, parei de cortar cana, agora tenho uma renda fixa podendo manter minha família com dignidade, além de plantar minhas coisinhas”.

 

 

Fonte: Núcleo de Comunicação do IPA