15 de outubro de 2018

Com participação do IPA, Consórcio Universitas debate questões hídricas em Pernambuco

Com o intuito de aprofundar pesquisas colaborativas em escala estadual e regional de interesse estratégico para o Estado de Pernambuco no que tange o segmento hídrico, teve início hoje (15), o I Workshop de Tecnologias Hídricas e Gestão de Bacias Hidrográficas que acontece até amanhã, na UFRPE, que contou com a participação da presidente do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), Nedja Moura, além demais profissionais do Instituto, a exemplo de Josimar Gurgel e Geraldo Eugênio. O IPA foi inserido no tema “recursos hídricos do semiárido”, objetivando ampliar a capilaridade e a abrangência das ações científicas.

 O objetivo do encontro é Consolidar a Aliança para Gestão de Recursos Hídricos no Semiárido de Pernambuco (Consórcio UNIVERSITAS), formado pelas seguintes instituições de ensino: Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE); Universidade Federal de Pernambuco (UFPE); Universidade de Pernambuco (UPE); Universidade do Vale do São Francisco (UNIVASF); e a Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) que juntas, desde 2016, elegeram como tema central os recursos hídricos no Estado de Pernambuco visando investigar alternativas tecnologicamente apropriadas e potencialmente implementáveis de convívio produtivo com a escassez hídrica.

A manhã de abertura do evento contou com palestras de vários profissionais com temas relativos ao assunto principal, a questão hídrica. Entre os que falaram Dr. Abelardo Montenegro que sobre o Consórcio Universitas; Dr. Anivaldo Miranda falando sobre “O Comitê da Bacia Hidrográfica do São Francisco e a Gestão Participativa de Águas”; Dr. João Recena com “Recursos Hídricos e o Desenvolvimento do Nordeste; finalizando o circuito de palestras pela manhã, Dr. Geraldo Eugênio, do IPA, com “A persistência das secas e a importância da gestão de recursos hídricos para Pernambuco e para o Nordeste”“.

Já o período da tarde ficou reservado para os assuntos considerados mais técnicos, como Tecnologias de tratamento de água e aproveitamento racional; Água para consumo humano, animal e produção agrícola; Reuso de água de qualidade inferior; Controle de perdas hídricas.

O encontro continua amanhã durante todo dia tratando de estudos técnicos. Alguns, aliás, contam com a coordenação técnica de Josimar Gurgel, do IPA, como Hidrologia Social; Ecohidrologia; Geoprocessamento; Modelagem hidrológica e Mudanças Climáticas; Bacias Experimentais e Representativas.

 

Fonte: Núcleo de Comunicação do IPA