26 de outubro de 2018

Projeto beneficia agricultores-artesãos de Machados

Aproveitar tudo que a natureza tem a oferecer ao máximo, usando dos alimentos não só suas fontes nutricionais, mas também outras potencialidades como aproveitamento de palha, fibras e afins para produção artesanatos, por exemplo, foi o mote do curso realizado em Machados, no Agreste Setentrional, e finalizado ontem (26), na zona rural do município, na Associação Beneficente Maria Auxiliadora, que capacitou agricultores artesãos que trabalham com a criação de peças com palha e fibra de bananeira. O projeto de capacitação é do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) em parceria com AdDiper e Sebrae.

Participaram do curso pouco mais de 15 artesãos da comunidade, entre iniciantes e veteranos no ofício, que receberam aula da professora Andrea Siqueira, com noções de designer, incentivo à criatividade artesanal, entre outros diferenciais. Artesã há 15 anos, Ivonete da Silva ressaltou a importância do projeto por levar mais conhecimento e noções de qualidade técnica na finalização dos produtos. Foram produzidas pequenas motos, porta talheres e chaves, caixas variadas, chapéus, anjos, entre outros, tudo com palha e fibra da bananeira.

Além da capacitação em si, importante para agregar valor ao produto final, o projeto do IPA ainda vai ofertar aos artesãos maquinário para profissionalização e também intercâmbio comercial, possibilitando a troca de experiências entre artesãos de outras cidades, como Timbaúba, assim como a participação em feira de artesanatos como a que será realizada na sede do IPA, em San Martin, em dezembro.

 

Fonte: Núcleo de Comunicação do IPA