04 de dezembro de 2018

Em palestra no IPA, professora de Campinas/SP fala sobre fungo que atinge a cultura do feijão

O Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) recebeu, hoje (4), a professora e pesquisadora Margarida Fumiko Ito, de Campinas, interior de São Paulo, que veio apresentar palestra sobre a Antracnose do Feijoeiro Comum. Aqui, além de apresentar dados sobre a praga, ela também conheceu o trabalho do IPA no melhoramento genético da cultura do feijão.

Estudiosa do quatro do Instituto Agronômico de Campinas (IAC), a professora fez uma apresentação mostrando os aspectos de danos, prejuízos, forma transmissão; falou-se sobre a capacidade de mutação do fungo, existindo, hoje, mais de 100 formas capazes de infectar diferentes variedades de feijão, fazendo com que se necessite de um grande trabalho de melhoramento genético para conseguir variedades resistentes a todas as mutações do fungo.

Na ocasião, o IPA apresentou seu programa de melhoramento genético da cultura do feijão que, dentre outras coisas, visa obter essas variedades resistentes ao fungo para que, uma vez conquistado, sejam distribuídos aos agricultores obtendo sucesso no combate à praga através de plantações saudáveis e livres do problema.

 

 

Fonte: Núcleo de Comunicação do IPA