09 de junho de 2021

Cetreino oferece infraestrutura e comodidade para a realização de eventos e treinamentos

O Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) conta com o Centro de Treinamento de Carpina (Cetreino) que oferece infraestrutura e comodidade para a realização de congressos, seminários, simpósios, cursos e ou treinamentos. O espaço, situado a 55 quilômetros do Recife, na Zona da Mata Norte, está instalado em uma área de 16 hectares de área verde e clima de temperatura agradável, com 4 mil metros quadrados de área construída e toda climatizada.

O Cetreino possui auditório com capacidade para 150 pessoas, quatro salas de aula cada uma com capacidade para 60 pessoas, computador, datashow, retroprojetor, além de fax, máquina copiadora, acesso à Internet, TV, DVD e som.

Além disso, o local possui 32 apartamentos climatizados com 128 leitos , salão de jogos, academia de ginástica, lan house, cantina, biblioteca, venda de medicamentos fitoterápicos, um refeitório com capacidade para 1,2 mil refeições diárias incluindo café da manhã, almoço, lanche e jantar, com cardápio diversificado elaborado por nutricionistas, pessoal treinado e uniformizado. Oferece ainda, campo de futebol, quadra poliesportiva e estacionamento para 200 veículos.

“Quem utiliza os serviços do Cetreino aprova a qualidade das instalações. Clientes, dentro e fora do estado, escolhem o local para realizar eventos de sucesso”, destaca o gerente do Cetreino,  José Milton Viana. Entre eles está o Banco Real, Finasa, Fusam, Secretaria da Fazenda, Tribunal de Justiça de Pernambuco, Contag, Incra, CUT, Senar, Funai, Fetape, prefeituras municipais e muitos outros.

As vantagens não param por aí. Os preços do Cetreino também são competitivos, chegando à metade dos valores praticados por alguns estabelecimentos privados que oferecem o mesmo padrão de qualidade.  

HISTÓRIA - O Cetreino foi construído em 1982 com a proposta de qualificar pessoal envolvido com a atividade agropecuária do Estado: técnicos, agricultores, jovens, mulheres rurais e representações formais como associações, cooperativas e sindicatos. Como pólo irradiador de conhecimentos para profissionais da área, também passou a ser utilizado por entidades de outros estados do Nordeste.

Lá funcionam Unidades Didáticas para treinamento de técnicos e agricultores e difusão de tecnologias nas áreas de plantas medicinais, hortas orgânicas irrigadas, mandioca, banana, milho x feijão, compostagem, minhocário, culturas irrigadas e sistema de abastecimento d'água.

 

Fonte: Núcleo de Comunicação do IPA