05 de dezembro de 2019

IPA amplia prestação serviços de Genética Animal em 2020

O Presidente do Instituto Agronômico de Pernambuco, Odacy Amorim, se reuniu com as equipes de pesquisadores de genética animal do IPA para implementar o desenvolvimento do Laboratório de Melhoramento Genético Animal de Arcoverde, no Sertão.

As unidades de São Bento do Una e Arcoverde já trabalham com a oferta gratuita de inseminação artificial aos pequenos produtores que fazem parte da agricultura familiar. Novos investimentos serão aplicados no laboratório com objetivo de diminuir os custos dos pequenos e dos médios produtores.

Em janeiro os serviços ofertados serão ampliados. As doses de sêmen serão repassadas de forma direta a preços razoáveis aos pequenos e também aos médios criadores de gado. Atualmente é grande o número de criadores pernambucanos que contratam empresas do Sul e do Centro Oeste para a realização desse serviço no estado. Com a mão de obra oferecida pelo Instituto Agronômico, os criadores terão os custos reduzidos.

Pois, além de não precisar arcar com valores de passagens aéreas e estadas dos profissionais, os trabalhos terão um custo menor. Em média, atualmente para aspirar uma vaca custa R$ 400 com acréscimo de R$ 200 dos embriões transferidos. O IPA irá oferecer o serviço abaixo desse valor. O objetivo é expandir o rebanho no estado e fortalecer a cadeia produtiva.

O Instituto Agronômico de Pernambuco também irá oferecer um curso sobre introdução de embrião, direcionado para estudantes e profissionais da área. No Brasil a capacitação atualmente custa em média cerca de R$ 5 mil. O objetivo é oferecer por 50% a menos para habilitar o maior número de profissionais.

O avanço da inseminação artificial na pecuária brasileira tem sido intenso, o que demonstra que as vantagens oferecidas pela técnica são muito grandes. Com a inseminação, o produtor rural tem acesso à genética de reprodutores de alto padrão, a baixo custo.  O mercado de sêmen no Brasil possui o maior rebanho comercial do mundo, os programas de melhoramento genético brasileiros também são considerados os melhores.

Fonte: Núcleo de Comunicação