13 de abril de 2020

Servidores de órgãos vinculados à SDA vão auxiliar no cadastro para auxílio emergencial

Técnicos, fiscais e extensionistas da Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária (Adagro), Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) e Instituto de Terras e Reforma Agrária de Pernambuco (Iterpe), órgãos vinculados à Secretaria de Desenvolvimento Agrário vão atuar no cadastramento de agricultores e agricultoras familiares, pescadores e pescadoras artesanais e membros de comunidades e povos tradicionais para obtenção do auxílio emergencial de R$ 600 destinados a trabalhadores informais e à população em situação de vulnerabilidade.
 
De acordo com o secretário de Desenvolvimento Agrário, Dilson Peixoto, a medida, publicada na edição de hoje do Diário Oficial do Estado, leva em consideração as medidas de proteção social previstas para este período de calamidade pública imposto pela pandemia da Covid-19 e as possíveis dificuldades de acesso ao programa ou aplicativo e preenchimento do cadastro.
 
"Boa parte dos trabalhadores rurais, pescadores artesanais e membros de comunidades tradicionais apresentam dificuldade de ter acesso às tecnologias disponibilizadas pelo Governo Federal, por isso vamos atuar ao lado das prefeituras do Estado para garantir que essa população tenha os seus direitos garantidos", destacou.
 
Serão convocados os servidores que estão trabalhando remotamente e que não estejam incluídos nos grupos de risco da Covid-19, segundo orientação da Organização Mundial da Saúde (OMS).
 
O serviço prestados pelos servidores dos órgãos vinculados à SDA, previsto para acontecer entre os dias 13 e 24 deste mês, poderá ocorrer em reforço à atuação das prefeituras no acesso ao auxílio emergencial, respeitando a logística de cada município; por meio da abertura dos escritórios regionais, observadas as medidas de higiene e prevenção à Covid-19; ou ainda remotamente, via celular ou redes sociais, auxiliando no esclarecimento de dúvidas ou na realização do cadastramento, quando necessário.
 
Fonte: ASCOM SDA

Fonte: Núcleo de Comunicação