23 de abril de 2020

Metodologias Participativas é tema de cursos online realizado por extensionistas e pesquisadores

Extensionistas e pesquisadores do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) participam do curso online, intitulado II Curso Metodologias Participativas, com 12 módulos, cada módulo com duas horas de duração. As aulas são coordenadas e ministradas pelas pesquisadoras Alineaurea Silva e Aldete Fonseca, por meio do aplicativo Zoom, às terças-feiras e quintas-feiras. Esse curso tem como objetivo capacitar em metodologias participativas aplicadas à Conservação e Uso da Agrobiodiversidade, em consonância com a Convenção da Diversidade Biológica, o Tratado Internacional da FAO sobre Recursos Fitogenéticos e a Lei de Biodiversidade do Brasil.

O conteúdo abrange os seguintes assuntos: Pesquisa Participativa; Biodiversidade e Agrobiodiversidade; Conservação da Agrobiodiversidade; Arcabouço Legal relacionado ao tema; Fortalecimento da Conservação Local da Agrobiodiversidade; Sistemas Reprodutivos de Plantas/ Estratégias de Multiplicação de Plantas; Variedades Crioulas x Variedades Melhoradas x Transgênicos; Metodologias Participativas; Diagnósticos Participativos da Agrobiodiversidade; Bancos Familiares, Comunitários e Pedagógicos da Agrobiodiversidade; Registro de Informações da Agrobiodiversidade Local e Melhoramento Participativo de Cultivos.

Este curso faz parte de um projeto da Embrapa em parceria com o IPA, UFPE, UFRPE/UAG, Serta  entre outras entidades com o titulo Metodologias Participativas na Pesquisa, Ensino e Extensão Rural para potencializar a Agroecologia como estratégias de Convivência com o Semiárido. O inicio do projeto foi em 2018 onde houve o I wokshop em Garanhuns, ocorrido no V Encontro de Agroecologia do Agreste de Pernambuco, promovido pela UAG/ Rede Semeam e outros parceiros. Dentre as ações do projeto em 2018 e 2019 destacamos: uma ação no Sítio Cruz organizada por Alineaurea Silva e o extesionista Pedro Balensifer onde foi realizado uma aula sobre perfil do solo com a comunidade; outra ação foi o monitoramento da água e do solo realizado pelo extensionista Henágio Silva com o professor Lucivânio Jatobá da UFPE em Brejo da Madre de Deus e em Bom Conselho uma oficina para as agricultoras sobre metodologias participativas com a pesquisadora Aldete Fonseca e nossa Extensionista Nayra Luiza.

 

Fonte: Núcleo de Comunicação