16 de junho de 2020

Investimentos impulsionam Agricultura Familiar de PE

O Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), órgão vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Agrário de Pernambuco (SDA), presente em 184 municípios, investiu pesado no fortalecimento da agricultura familiar, entre fevereiro de 2019 a maio de 2020.  A comprovação está nos excelentes números obtidos nas áreas de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER), Pesquisa e Infraestrutura Hídrica, fundamentais para o desenvolvimento rural, por meio da geração de renda e da elevação da qualidade de vida do agricultor familiar, cujos produtos correspondem a 70% do que é consumido no País.

Para se ter uma ideia, nesse período, a Diretoria de Recursos Hídricos registra a perfuração de mais de 1000 poços, sendo 250 por meio de execução direta (perfuratriz própria) e mais de 800, perfurados em parceria com os municípios.  Além disso, a Diretoria de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER) contabiliza o atendimento a 45.430 famílias, em 182 municípios, sendo 21.821 mulheres. No total, foram 110.344 assistências técnicas, 160.482 atendimentos, com 467 capacitações, entre cursos, oficinas, intercâmbios, dias de campo, entre outros. 

Foram assistidas 2200 associações assistenciais, com 33.955 sócios beneficiados, em 140 municípios, além de 35 cooperativas assistidas. Apenas no primeiro trimestre de 2020, foram atendidas 6224 famílias, com 7.308 assistências técnicas e 17.381 atendimentos, um resultado positivo, mesmo diante dos desafios impostos pela pandemia do Novo Coronavírus.

Já o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) beneficiou 690 entidades, com a participação de 3.820 agricultores fornecedores, de 107 municípios. Ao todo, foram adquiridos 3.229.912,79 quilos de alimentos, somando R$8.440.365,26, entre março de 2019 e maio de 2020. 

Por sua vez o Programa Dom Hélder contou com valor repactuado da ANATER da ordem de R$ 8.585,541,88, com contrapartida do IPA de R$9.365.584,76. Foram concluídas as seguintes ações; 277 reuniões, de mobilização e com os Conselhos Municipais de Desenvolvimento Rural Sustentável, 5.460 cadastros, 5.460 diagnósticos das UFPA, 5.460 projetos produtivos, implantação de 40 unidade demonstrativa de palma, realização de 58 cursos em Gestão e Comercialização, além de1.342 fomentos para estruturação de projetos produtivos.

As ações resultaram na realização de 34.927 visitas técnicas, 58 excursões, 58 unidades de referências, 5.460 atualizações de diagnóstico, 58 reuniões de socialização nos CMDRS, 58 seminários avaliação do projeto. Já a execução do Programa Garantia Safra garantiu a emissão de 14.732 DAP´s, com 4.564 desbloqueios até novembro de 2019.

Além disso, o Programa de Sementes distribuiu 313.090 quilos de grãos , beneficiando 64.463 famílias, sendo 198.050 quilos de milho, 79.690 quilos de feijão e 35.350 de sorgo forrageiro. Em 2020, foram distribuídos 50.000 quilos de feijão, 615.200 quilos de milho e 151.400 quilos de sorgo forrageiro.

Uma iniciativa de sucesso é o Programa Horta em Todo Canto que já soma oito cursos realizados na horta escola, com o tema Implantação de Horta Orgânica, sendo 240 pessoas certificadas, entre servidores do estado e público em geral. No total , foram seis Hortas implantadas do programa acompanhadas pelo IPA: Palácio do Governador, Centro de Convenções, Hospital Otávio de Freitas, Compaz, Parque Santos Dumont e Fórum de Arcoverde.

O IPA vem ampliando a atuação no Estado, por meio da inauguração de novos escritórios locais. Em 2020, foram inauguradas unidades em Camaragibe e em Fernando de Noronha. A frente de atuação do IPA no arquipélago abrange a Pesca, Agricultura, criação de animais (caprinos, ovinos, bovinos, equinos e abelhas, Segurança Alimentar e Nutricional e o acesso às Políticas Públicas.

Durante o período de Pandemia da Covid-19, o IPA encaminhou equipe técnica para a Ilha de Fernando de Noronha, para cadastrar e capacitar famílias interessadas na produção local de alimentos. Foram cadastradas mais de 90 famílias e, juntamente com a Administração da Ilha, está em curso o trabalho de distribuição de sementes e capacitação sobre diversos cultivos.

Também vem investindo na implantação de um abatedouro no distrito de Rajada e outro em Petrolina, que também recebeu o projeto do Central de Comercialização de Frutas do Vale do São Francisco, em fase de implantação, realizado por meio da parceria firmada entre o Instituto e a Compesa. A iniciativa permitirá que as famílias sertanejas tenham um local organizado para escoar e comercializar a produção.

Além dessas ações, o IPA também implantou unidades de Agente de Crédito do Banco do Brasil – COBAN , Implantação do novo Sistema de Monitoramento e Gestão de Dados; Identificação das Cadeias Produtivas  e Eixos Prioritários.

 

 

Fonte: Núcleo de Comunicação