Publicaes | Folhetos Explicativos



Cultura do abacaxizeiro

Ildo Eliezer Lederman, João Emmanoel Fernandes Bezerra e José Jorge Tavares Filho

 

QUAIS AS REGIÕES MAIS RECOMENDADAS PARA O PLANTIO DE ABACAXIZEIRO EM PERNAMBUCO?

As regiões do Agreste (municípios de Pombos, Glória do Goitá, Gravatá, Riacho das Almas) e a Zona da Mata-Norte (Goiana, Itambé e outros).

QUAL A MELHOR ÉPOCA PARA O PLANTIO?.

Nas condições de sequeiro, nos meses de fevereiro a maio e quando irrigado, em qualquer época.

QUANTO TEMPO LEVA DO PLANTIO À COLHEITA?

O ciclo do abacaxi depende da idade da planta na qual é realizada a indução floral. Para os plantios tradicionais de sequeiro, o ciclo do abacaxi é de aproximadamente 18 meses, ao passo que nos plantios irrigados esse ciclo pode ser reduzido para 14 a 15 meses.

QUAIS AS VARIEDADES MAIS RECOMENDADAS ?

A Pérola ou Pernambuco e a Jupi são as variedades mais cultivadas para o consumo "in natura", enquanto que, para exportação e industrialização, a Smooth cayenne é a mais recomendada.

QUAIS AS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DESSAS VARIEDADES?

Enquanto a Pernambuco e a Jupi possuem espinhos nas folhas, frutos em forma cônica para a primeira e cilíndrica para a segunda, peso médio de um quilo e meio, polpa de coloração amarelo – pálida e sabor doce, a Smooth cayenne tem folhas lisas e os frutos são cilíndricos, com peso médio de dois quilos, polpa de coloração amarela e sabor ácido.

O ABACAXIZEIRO É RESISTENTE À SECA?

Sim. Mas para uma produção comercial é necessário que haja suprimento de água nas principais fases de desenvolvimento da planta, principalmente durante o período de crescimento e formação do fruto.

QUAL O MELHOR SISTEMA DE PLANTIO ?

O abacaxizeiro pode ser plantado em sistema de fileiras simples ou duplas com disposição das plantas em triângulo, conforme esquema abaixo:

 

SISTEMA DE PLANTIO

ESPAÇAMENTO (cm)

DENSIDADE (plantas/ha)

Fileira simples*

0,90 x 0,30

37.000

 

0,80 x 0,30

41.600

 

 

 

Fileiras duplas**

0,90 x 0,40 x 0,40

38.400

 

0,90 x 0,40 x 0,35

44.000

 

0,90 x 0,40 x 0,30

51.200

* Distância entre linhas e entre plantas

** Distância entre fileiras duplas, entre fileiras simples e entre plantas.

QUAL O TIPO DE MUDA MAIS UTILIZADO PARA O PLANTIO?

Pode-se plantar os mais diversos tipos de mudas como o rebentão, filhote-rebentão, filhote e coroa, mas as do tipo filhote são as mais usadas.

É ACONSELHÁVEL UTILIZAR EM UM MESMO PLANTIO DIFERENTES TIPOS DE MUDAS?

Não. O plantio deve ser feito apenas com mudas do mesmo tipo e com tamanho uniforme dentro de um mesmo talhão (25cm de comprimento ou com peso de 150 – 250g), para que se alcance uma uniformidade na época de colheita e no tamanho dos frutos.

COMO É FEITA A SELEÇÃO DAS MUDAS E POR QUE É ACONSELHÁVEL FAZER O SEU TRATAMENTO ANTES DO PLANTIO?

As mudas destinadas ao plantio devem, sempre que possível, ser obtidas pelo produtor diretamente no campo, tendo toda sua atenção voltada para a retirada de filhotes vigorosos, sem nenhum sintoma de exsudação de resina (goma) e provenientes de plantas produtoras de frutos sadios. O abacaxizeiro é muito atacado por pragas (ácaros e cochonilhas) e doenças (fusariose), as quais são transmitidas através da muda. Assim, através do tratamento da muda é possível um controle fitossanitário parcial das plantas.

COMO É FEITO O TRATAMENTO DAS MUDAS?

Após a retirada dos filhotes da planta-mãe, as mudas devem ficar espalhadas em um local arejado e sombreado por um período de aproximadamente 10 – 15 dias, para a realização da "cura". Em seguida, é feita uma rigorosa seleção, eliminando-se toda e qualquer muda que apresentar sintomas de exsudação (resina), amarelecimento e outros defeitos.

O ABACAXIZEIRO PODE SER PLANTADO EM QUALQUER TIPO DE SOLO?

Na escolha do solo, as propriedades físicas são mais importantes do que as químicas, devido ao sistema radicular da planta ser bastante superficial e sensível ao encharcamento. O abacaxizeiro pode ser cultivado tanto em solos arenosos como nos argilosos, com preferência para os primeiros.

 QUE FORMULAÇÕES USAR E COMO DEVE SER FEITA A ADUBAÇÃO?

Não existe no mercado formulações específicas para a cultura do abacaxizeiro, portanto recomenda-se que as dosagens sejam feitas de acordo com a análise do solo, obedecendo às recomendações técnicas para o Estado de Pernambuco. O adubo deve ser distribuído diretamente na axila da folha basal, onde ocorre uma melhor absorção dos nutrientes, evitando-se que os adubos caiam nas folhas superiores (mais novas) ou no "olho" da planta.

QUANDO DEVE SER FEITA A ADUBAÇÃO?

No ato do plantio, aplicar em fundação todo o fósforo e, em cobertura, o nitrogênio e o potássio, parcelados aos 30, 60, 90, 180 e 270 dias após o plantio, desde que haja umidade no solo.

PARA QUE SERVE A INDUÇÃO FLORAL OU "QUEIMA" DO ABACAXI?

A indução da floração permite controlar a época de maturação dos frutos, possibilitando ao produtor não só reduzir o período de colheita como também a obtenção de frutos na entressafra. Esta prática consiste na utilização de carbureto de cálcio na forma sólida (um a dois gramas por planta) ou líquida (50ml da solução), aplicada na roseta foliar de cada planta. Além do carbureto, pode ser usado também o ETHEPHON na forma liquida, quando a planta estiver com 11 a 12 meses de idade.

PODE-SE USAR HERBICIDA PARA O CONTROLE DE ERVAS DANINHAS?

Além das usuais limpas manuais, o emprego de herbicidas também é utilizado no combate às ervas daninhas, sendo recomendado o Diuron ou Ametryn na dosagem de dois a três quilos por hectare do princípio ativo, em duas aplicações sendo a primeira, em pré-emergência e uma outra, de acordo com a incidência de ervas.

QUAIS AS PRINCIPAIS PRAGAS E COMO CONTROLÁ-LAS?

  • Cochonilhas – geralmente são introduzidas nas plantações pelas mudas já contaminadas, sendo recomendado o tratamento preventivo com Parathion (Folidol E-60) na dosagem de 150ml/100 litros d'água por imersão das mudas durante três a cinco minutos. Durante o desenvolvimento das plantas, são necessárias mais três outras pulverizações com o mesmo produto;
  • ácaros – o combate deve ser efetuado com Vamidothion (Kilval) na dosagem de 330ml/100 litros d'água, iniciando-se 45 dias após o plantio, com intervalos de 30 dias. Caso as mudas estejam atacadas, fazer o tratamento por imersão com o produto já recomendado;
  • broca do fruto – pulverizar com Carbaryl 85% PM (Sevin 85), na dosagem de 200g/100 litros d'água, no início do florescimento ( aproximadamente 40 dias após a indução floral) até o fechamento completo das flores, a intervalos quinzenais; e
  • broca do caule ou do talo – arrancar as plantas atacadas e destruir as larvas; efetuar até três pulverizações preventivas com Batacyflutrin (Buldock), na dosagem de 150ml/100 litros d'água, dois meses após o plantio.

 

QUAL A DOENÇA MAIS IMPORTANTE E COMO CONTROLÁ-LA?

A doença que causa maior prejuízo ao abacaxizeiro é a FUSARIOSE ou GOMOSE. O seu controle é feito mediante a utilização das seguintes práticas:

  • utilizar mudas sadias, evitando retirá-las de plantas onde ocorreu elevada incidência da doença;
  • arrancar as plantas doentes durante o crescimento vegetativo e destruí-las; e
  • após a indução floral, pulverizar a inflorescência, semanalmente, até o fechamento completo das flores, com o fungicida Benomyl (Benlate) na dosagem de 150ml/100 litros d'água.

 

O CONSÓRCIO É UMA PRÁTICA ACONSELHADA NOS CULTIVOS COMERCIAIS?

Embora seja ainda utilizada por pequenos produtores, o consórcio do abacaxi com outras culturas anuais (milho, feijão) não é uma prática recomendada.

QUAL O PONTO IDEAL DE MATURAÇÃO DO FRUTO PARA A COLHEITA?

O ponto de colheita vai depender basicamente do mercado a ser atendido. No caso do mercado local , visando ao consumo do fruto "in natura" , a colheita deverá ser feita quando os frutos estiverem parcialmente maduros, enquanto que, para os mercados situados à longa distância, os frutos devem ser colhidos no estádio "de vez", para que chegue ao consumidor em boas condições.

QUAL O RENDIMENTO MÉDIO ESPERADO DE ABACAXI?

Para uma densidade de 41.600 plantas /ha, estima-se uma produção de aproximadamente 50 toneladas.



<< Voltar

COPYRIGHT © 2008 GOVERNO DE PERNAMBUCO
Av. General San Martin, 1371 - Bongi - Recife - PE - CEP: 50761-000 - PABX: (81) 3184-7200